“O Velho sábio e o menino”

paisagens_aereas_mundo_Yann_Arthus_Bertrand_05

“O velho sábio e o menino”

    Nas montanhas do Niágara vivia um velho sábio dotado de grande prestígio.

Certo dia Yuri, um menino de família pobre, criadores de cabras, curiosamente subiu até a montanha para conhecer o velho sábio.

Chegando a porta do sábio, Yuri grita em voz alta, chamando a atenção para sua pequena insignificância.

Não demorou e o Sábio abre a porta e impressionado com aquele pequeno menino de boa aparência e de olhos brilhantes, convida o para entrar.

– Como se chama garoto? Pergunta o sábio com movimentos lentos o convida para se sentar.

– Me chamo Yuri senhor! Obrigado, mas minha demora não requer delongas.

Gostaria de obter um pouco de conhecimento e sabedoria! Interpõe o pobre garoto.

– Pois bem Yuri venha amanhã bem cedinho que faremos um passeio pelo Rio, e iniciaremos sua jornada.

 

Satisfeito Yuri se despediu e mal podia esperar pelo dia seguinte.

 

O dia se apresenta majestoso e maravilhoso, quando Yuri aguarda sentado nos degraus da porta do velho sábio.

– Bom dia Yuri, vamos descer até o grande rio Niágara? Convida o sábio.

– Sim! Exclama Yuri satisfeito.

 

Chegando lá o Sábio entra numa pequena canoa de madeira novinha em folha e convida o menino para embarcar, entregando lhe um remo e iniciam uma suave viagem rio abaixo.

 

Enquanto remavam, o velho sábio iniciou sua aula para o pequeno garoto que estava atento a tudo.

 

– Yuri, está vendo esse grande Rio? Milhões de vidas marinhas estão sob nossos pés nesse momento. Elas servem de alimentos para a cadeia alimentar dentro d’água e para saciar a fome dos homens e animais.

– Vês aquela floresta na borda do Rio? No meio dela, um perfeito ecossistema de animais compõe e respeitam a cadeia alimentar. Dali os humanos retiram carnes, peles, penas e uma infinidade de recursos para saciar sua fome e também se aquecerem com as peles, no rigoroso inverno.

 

– Olhe para cima e verás lindas aves que voam. Elas tem uma importante missão! Contribuem  para a preservação da natureza, quando povoam as terras com sementes de todas as espécies de frutas.

 

Yuri, então interrompe o velho sábio e chama a atenção para uma enorme cachoeira que se aproxima deles.

 

– Senhor! A correnteza está muito forte e não conseguiremos  remar a tempo para evitarmos nossa queda e morte, pois essa cachoeira é muito grande e perigosa! Exclama Yuri.

 

– Teremos que abandonar a canoa se não morreremos! O Senhor sabe nadar? Grita Yuri já desesperado.

 

O velho sábio, então pede para o menino pular na água e se salvar.

 

Yuri em prantos salta na água e nada até a margem do rio e de longe observa a canoa desaparecer em meio à neblina das grandes águas.

 

Aplicações da fábula.

 

1 – É necessário humildade para buscar o aprendizado logo cedo.

 

2 – Por mais sábio que seja sempre é necessário continuar aprendendo.

 

3 – Muitas vezes, para buscar o conhecimento é necessário sacrifícios.

 

4 – É impossível dominarmos todos os assuntos e conhecimentos.

 

5 – O mestre tem que estar munido de humildade para ensinar.

 

Quais aplicações você pode ainda extrair desta simples fábula? Compartilhe!

 

Autor: Wilson Sylvah©

 

http://www.wilsonsylvah.com.br

 

 

 

 

LEAVE A COMMENT